sábado, 14 de maio de 2016

Husky siberiano - Conheça esta raça canina

O husky siberiano é uma raça canina oriunda da Sibéria, na Rússia. De um lugar específico localizado a leste dos Montes Urais. Sua função original é tracionar trenós.
Mamãe e bebê husky siberiano
Husky siberiano
As habilidades do Husky tornaram-se mundialmente conhecidas depois da Corrida do Ouro para o Alasca, no início do século XX. Naquela época, os trenós puxados por cães eram os únicos meios de transporte existentes. Era muito comum haver competições entre as equipes de cães puxadores, e o Husky tornou-se um cão famoso nas corridas de trenós.
Durante a Segunda Guerra Mundial, a raça tornou-se célebre pelo trabalho de busca e resgate. A partir de então, o Husky Siberiano passou a ter grande popularidade no mundo todo.
Resultado de imagem para husky siberiano
Filhotes de husky siberiano

Estes cães são conhecidos na Sibéria há milhares de anos, quando foram especialmente desenvolvidos para puxar trenós, em condições de frio extremo, pelos Chukchi, um povo que vive na região.
Em 1887, quando a Rússia ainda dominava o Alasca, estes cães migraram da Sibéria asiáticarumo ao Alasca, começaram a se popularizar pelo mundo. Alguns anos mais tarde, ajudaram a salvar a população de uma aldeia na área americana, quando levaram medicamentos e suprimentos aos habitantes isolados por uma tempestade. Por este feito, um particular exemplar tornou-se muito famoso o cão chamado Balto famoso também em filmes da disney.
Huskys
Características da raça
O Husky Siberiano é um animal de grande beleza, força e resistência. Não é agressivo, pelo contrário, é amável e pode ser um bom animal de estimação para a família. Mas se você pretende adquirir um Husky Siberiano, saiba que em geral este cão tem um temperamento muito particular, podendo parecer extremamente dependente do dono algumas vezes e, em outras, ignorá-lo completamente.
A combinação das cores dos olhos do Husky (marrom ou azul, variando ao mel ou azul esverdeado) é uma das características que fazem com que ele seja tão exótico e atraente. É comum encontrar exemplares com um olho de cada cor, ou ainda olhos particoloridos (duas cores no mesmo olho), o que não deve ser considerado falha genética.
A cor dos pêlos também pode variar muito, do preto ao branco puro, havendo uma máscara na cara da maioria dos exemplares. O comprimento dos pêlos é médio, por isso é necessária uma escovação regular. Os exercícios físicos devem ser intensos. Sendo um cão de grande porte, o Husky Siberiano adapta-se melhor a casas espaçosas.


Perfil Clínico
Huskys
A raça Husky Siberiano é rústica, quase não apresentando problemas de saúde.
Os maiores cuidados devem ser com a escovação da pelagem. Esta deve ser a grande preocupação do proprietário. Como a raça apresenta uma queda quase constante de pêlos durante todo o ano, a retirada de pêlos mortos torna-se fundamental, para não prejudicar a saúde da pele do cão, como a ocorrência de dermatites.
Outra grande preocupação é com a alimentação. Muitos exemplares podem apresentar diarréia caso ocorram mudanças constantes nos hábitos alimentares.
Algumas linhagens da raça apresentam também deficiência de zinco, que pode ser notada inicialmente por alterações na coloração do focinho e na aparência da pele. Os exemplares afetados devem receber suplementação específica, prescrita por um veterinário.

Resumo das características
Resultado de imagem para husky siberiano
Huskys
Nacionalidade: Estados Unidos
Porte: Médio
Temperamento: Balanceado
Treinabilidade: Teimoso
Grau de Proteção: Baixo
Espaço Necessário: Grande
Altura Mín. – Max.: 50.8cm – 61cm
Peso Mínimo: 15.9 kg
Peso Máximo: 27.2 kg
Nível de Energia: Alto
Exercícios Diários: 60 minutos
Cor: Todas as Cores
Tipo de Pêlo: Médio e Denso
Troca de Pêlo: Frequente
Tosa: Não
(Fontes da pesquisa:Wikipédia e petvale.com.br , imagens colhidas na internet)

FILHOTES DE CÃES - CUIDADOS NA PRIMEIRA FASE DE VIDA

Os animais exigem cuidados em todas as fases da vida , mas são os primeiros meses que podem definir a saúde que eles terão quando adultos e até na velhice !
Cãezinhos não são apenas fofos e lindos , eles são também sensíveis e dependentes , portanto , atenção com os cuidados  nessa fase crítica do que poderá ser uma longa e saudável vida ! 

Veja alguns cuidados necessário:


Cãozinho em consulta veterinária 

Muito sensíveis e dependentes, os filhotes precisam de cuidados especiais para crescerem lindos e saudáveis. Portanto, a primeira coisa da qual eles necessitam é mamar o leite de suas mamães até os 60 dias de vida. O leite da cadela é o melhor alimento que existe para o recém-nascido e por isso, o filhotinho deve ficar com ela mamando nos dois primeiros meses de vida. Não é porque o pet está com a mãe que rações, como as premium ou super premium não possam ser oferecidas. Com apenas 25 dias de vida os filhotinhos podem comer rações úmidas ou rações secas para filhotes umedecidas com água.

Resultado de imagem para filhotes de caes
Filhote fofo
Alguns direitos reservados por jdlasica
“A alegria gerada pelo cãozinho filhote também deve ser recíproca, portanto o dono deve tomar alguns cuidados para assegurar o bem-estar do bichinho.“
Os cuidados em relação à saúde deles também são importantes. Um recém-nascido precisa ser vermifugado assim que completa duas semanas de vida, por meio de um medicamento indicado pelo médico veterinário. Para isso, várias doses serão necessárias e todos os filhotinhos da ninhada devem ser vermifugados no mesmo dia que a mãe para que assim, todos estarão livres dos vermes.



Resultado de imagem para filhotes de caes
Caezinhos
O controle de ectoparasitas, como as pulgas e carrapatos, também são muito importantes e existem alguns medicamentos em spray que podem ser usados em filhotes, desde que indicado por um médico veterinário. Os filhotinhos são muito sensíveis, e qualquer medicação errada pode intoxicá-los e até mesmo matá-los, portanto nenhuma medicação deve ser administrada sem orientação profissional.





Resultado de imagem para filhotes de caes
Filhotes de cães

Para proteger esses bichinhos tão frágeis de doenças a vacinação deve ser realizada, pois os protegem de várias doenças terríveis como a cinomose e a parvovirose. Nesse período os cãezinhos precisam receber a primeira dose de vacina (V10, V8 ou V11) quando completarem 45 dias de vida. A segunda dose da vacina é administrada aos 60 dias e a terceira aos 90 dias de vida, que pode ser alterado de acordo com o acompanhamento do médico veterinário.




Resultado de imagem para filhotes de caes
Filhote fofo
Para se divertir com o novo amiguinho de quatro patas, o dono pode passear com o cãozinho e realizar brincadeiras com bolinhas, ossinhos, jogos interativos ou se divertir tirando fotografias ao vestir roupinhas engraçadinhas neles. Todos esses cuidados são essenciais para que o animalzinho cresça saudável e feliz para firmar laços de afeto, respeito e carinho mútuos na relação com seu dono.





(Fonte:http://dicas.petlove.com.br/cuidados-gerais-com-os-filhotes-de-caes/)