sábado, 7 de janeiro de 2017

REFRESCANDO A BICHARADA - Dicas veterinárias para driblar o calor

Tá quente, né, pessoal ?!!
Pois é, os animais sofrem com esse calor tanto quanto a gente! 

Ao contrário dos humanos, os cães não trocam calor pela pele, mas sim por meio da respiração e do coxim, aquela almofadinha sob a pata. Mas, as altas temperaturas podem até levar o animal à morte.
Dicas veterinárias para driblar o calor
Ao contrário dos humanos, os cães não trocam calor pela pele, mas sim por meio da respiração e do coxim, aquela almofadinha sob a pata. Mas, as altas temperaturas podem até levar o animal à morte.

Para driblar essa sensação, os especialistas apresentam algumas sugestões para proteger os animais do calor.



Hidratação
Espalhe bebedouros pela casa – ofereça água à vontade, mantendo as vasilhas na sombra. Monitore com freqüência se a água não está acabando e reponha.  Você pode até colocar algumas pedrinhas de gelo para manter o líquido mais refrescante por mais tempo.
Hidratação do pet - Muita água nessa hora!
Muita água nessa hora!
Espalhe bebedouros pela casa – ofereça água à vontade, mantendo as vasilhas na sombra. Monitore com freqüência se a água não está acabando e reponha.
Você pode até colocar algumas pedrinhas de gelo para manter o líquido mais refrescante por mais tempo.







Banho
Nada como um bom banho para aliviar o calor!
Aumente a freqüência dos banhos – O animal pode e deve tomar mais banhos do que o habitual nesses dias mais quentes.  Quem tem condições, pode colocar uma piscininha ou bacia no quintal para os cachorros aliviarem o calor.
REFRESCANDO A BICHARADA - Banho do pet
Aumente a freqüência dos banhos – O animal pode e deve tomar mais banhos do que o habitual nesses dias mais quentes.
Quem tem condições, pode colocar uma piscininha ou bacia no quintal para os cachorros aliviarem o calor.










Tosa
A tosa higiênica (retirada de pelos do ânus, órgãos genitais e ouvidos) é fundamental, sobretudo nessa época.
A retirada de pelos do abdômen é uma dica para melhorar o conforto térmico.
Mas, no caso dos cães mais peludos, que são, geralmente, das regiões mais frias há de se ter uma atenção extra.
Embora eles se adaptem bem a outros climas, as temperaturas extremas, como as do nosso Verão, são críticas para eles. Então, assim como os cães menos peludos podem precisar de uma roupinha no frio, os peludos pode ser necessário diminuir o volume de pelos para aliviar o calor.

Dica refrescante:
Picolézinho feito em casa: caldos de carne ou legume com pouquíssimo temperos, congelados em formas de gelo é um mimo refrescante e agradável.
REFRESCANDO A BICHARADA - Picolé animal
Picolézinho feito em casa: caldos de carne ou legume com pouquíssimo temperos, congelados em formas de gelo é um mimo refrescante e agradável.












Cuidados extras
Nunca deixe o cão dentro do carro – em um dia típico de verão, a temperatura no interior do automóvel salta de 35,5 para 46 graus em apenas 10 minutos, extremo que pode ser fatal para o cachorro. Deixar o vidro aberto não resolve o problema do superaquecimento.

Atenção! 
em um dia típico de verão, a temperatura no interior do automóvel salta de 35,5 para 46 graus em apenas 10 minutos, extremo que pode ser fatal para o cachorro. Deixar o vidro aberto não resolve o problema do superaquecimento.
REFRESCANDO A BICHARADA - Dicas veterinárias
Veterinários alertam para o aumento do risco quando se trata de cão idoso, filhote, obeso ou de focinho curto, a exemplo de raças como boxer, buldogue, pug e lhasa apso. Eles têm mais dificuldade em manter o equilíbrio térmico.

 as caminhadas e os exercícios físicos com os cães devem ser evitados entre 10 e 16 horas. Se for necessário passear nesses horários, mude o trajeto, prefira locais com grama ao invés de asfalto. O piso quente, além de queimar as patas, prejudica a troca de calor .
REFRESCANDO A BICHARADA - Dicas veterinárias








Evite passeios em horários de sol forte - as caminhadas e os exercícios físicos com os cães devem ser evitados entre 10 e 16 horas. Se for necessário passear nesses horários, mude o trajeto, prefira locais com grama ao invés de asfalto.
O piso quente, além de queimar as patas, prejudica a troca de calor .











Alerta Veterinário ! 
Raças como pit bull, bull terrier e boxer têm predisposição a câncer de pele. A recomendação é para que os animais NÃO sejam expostos ao sol forte e se forem, é preciso espalhar protetor em áreas como focinho, abdômen, orelhas (cuidado para não jogar o produto dentro do ouvido) e contorno dos olhos.
Recomenda-se o uso de filtros solares próprios para animais, com fator de proteção de no mínimo 15 para os cachorros de pelagem branca.
Ao contrário dos humanos, os cães não trocam calor pela pele, mas sim por meio da respiração e do coxim, aquela almofadinha sob a pata. Mas, as altas temperaturas podem até levar o animal à morte.  Para driblar essa sensação, os especialistas apresentam algumas sugestões para proteger os animais do calor.
REFRESCANDO A BICHARADA


Ao contrário dos humanos, os cães não trocam calor pela pele, mas sim por meio da respiração e do coxim, aquela almofadinha sob a pata. Mas, as altas temperaturas podem até levar o animal à morte.  Para driblar essa sensação, os especialistas apresentam algumas sugestões para proteger os animais do calor.
REFRESCANDO A BICHARADA

Ao contrário dos humanos, os cães não trocam calor pela pele, mas sim por meio da respiração e do coxim, aquela almofadinha sob a pata. Mas, as altas temperaturas podem até levar o animal à morte.  Para driblar essa sensação, os especialistas apresentam algumas sugestões para proteger os animais do calor.
REFRESCANDO A BICHARADA

 
Ao contrário dos humanos, os cães não trocam calor pela pele, mas sim por meio da respiração e do coxim, aquela almofadinha sob a pata. Mas, as altas temperaturas podem até levar o animal à morte.  Para driblar essa sensação, os especialistas apresentam algumas sugestões para proteger os animais do calor.
REFRESCANDO A BICHARADA


Ao contrário dos humanos, os cães não trocam calor pela pele, mas sim por meio da respiração e do coxim, aquela almofadinha sob a pata. Mas, as altas temperaturas podem até levar o animal à morte.  Para driblar essa sensação, os especialistas apresentam algumas sugestões para proteger os animais do calor.
REFRESCANDO A BICHARADA

Ao contrário dos humanos, os cães não trocam calor pela pele, mas sim por meio da respiração e do coxim, aquela almofadinha sob a pata. Mas, as altas temperaturas podem até levar o animal à morte.  Para driblar essa sensação, os especialistas apresentam algumas sugestões para proteger os animais do calor.
REFRESCANDO A BICHARADA

Ao contrário dos humanos, os cães não trocam calor pela pele, mas sim por meio da respiração e do coxim, aquela almofadinha sob a pata. Mas, as altas temperaturas podem até levar o animal à morte.  Para driblar essa sensação, os especialistas apresentam algumas sugestões para proteger os animais do calor.
REFRESCANDO A BICHARADA - Sorvete para cachorro

Ao contrário dos humanos, os cães não trocam calor pela pele, mas sim por meio da respiração e do coxim, aquela almofadinha sob a pata. Mas, as altas temperaturas podem até levar o animal à morte.  Para driblar essa sensação, os especialistas apresentam algumas sugestões para proteger os animais do calor.
REFRESCANDO A BICHARADA - Sorvete para cachorro


Nenhum comentário: