domingo, 5 de fevereiro de 2017

QUEM AMA, CASTRA ? Cuidados: antes, durante e depois da cirurgia

Castração de cães ou gatos: cuidados antes, durante e depois da cirurgia
Castração de cães ou gatos: cuidados antes, durante e depois da cirurgia
Castração de cães ou gatos: cuidados antes, durante e depois da cirurgia


Antes da castração, os pets precisam de uma avaliação de um veterinário especialista, que faz análises físicas no animal para ver se há alterações do tipo físico capazes de interferir nos resultados da cirurgia.
Preferencialmente o exame acontece no mesmo dia da cirurgia. Os veterinários também investigam para saber se há doenças capazes de atrapalhar a eficácia na castração de cães ou gatos:

Doença no fígado
Problemas em rins
Coagulação ineficiente
Baixos índices de açúcar no sangue
Anemia
Infecção
Doenças no coração

Cuidados no dia da cirurgia
O primeiro dos cuidados básicos é a alimentação. Os bichinhos não podem se alimentar ou beber água a partir da noite que antecede o dia em que ocorre a cirurgia. É necessário um jejum de 8 a 12 horas.

Caso o cão ou gato precise tomar algum remédio específico, você deve dizer ao veterinário qual é o tipo de medicação, antes da castração. Desta forma os profissionais podem indicar um aumento ou uma queda na dosagem para antes e depois da cirurgia.

Não apenas pets como também os veterinários necessitam de preparos básicos ao processo cirúrgico ser eficiente. Você no papel de pessoa zelosa pelo bem do animal deve sempre prestar atenção para saber se a equipe de veterinários usa luvas, máscaras, roupas especiais, materiais adequados e equipamentos específicos.

Também é preciso se ater ao ambiente do local da cirurgia, que precisa ser uma sala própria ao processo cirúrgico, limpa, estéril e higienizada para não existirem riscos de infecções.

Pós-cirurgia: castração de cães ou gatos

No momento em que acaba a cirurgia, o animalzinho deverá ser aquecido e ficar numa sala de pós recuperação, sem barulho, bem confortável e limpa, com os medicamentos pós cirúrgicos já iniciados, até acordar totalmente da anestesia.

Abaixo conheça os 5 cuidados principais que você deve ter com o animal recém-castrado:

1: Nos primeiros meses você precisa controlar a alimentação do pet restritamente. Evite servir grandes porções de alimentos.

2: Independente se os pontos estão ou não presentes de modo aparente na pele do animal, você deve ficar com olhos atentos à área da cirurgia quanto aos problemas pós-cirúrgicos, tais como: machucados, sangramentos, inchaços ou qualquer outra anormalidade.

Para diminuir as chances de anomalias a zona cirúrgica precisa estar protegida, ou seja, o animal não pode morder ou lamber a área de castração.

3: Para proteger a área de incisão os profissionais veterinários às vezes indicam um colar de proteção ao uso no animal, conhecido como colar Elizabethano. Uma solução que pode incomodar menos é a roupa pós-cirúrgica, mais confortável que o uso do colar.

Interessante notar que hoje em dia existe também o colar elizabethano de tecido.
4: Fique de olho nas restrições físicas. Subir ou descer escadas, pular e correr são atividades proibidas na primeira semana pós-cirurgia para evitar problemas como: inchaço, sangramento e dores.

5: Por fim e não menos importante, após a castração, os donos devem medicar seus pets conforme as indicações dos veterinários que realizaram a cirurgia.
Castração de cães ou gatos: cuidados antes, durante e depois da cirurgia
Castração de cães ou gatos: cuidados antes, durante e depois da cirurgia
http://www.animalclinic.com.br/site/castracao-de-caes-ou-gatos-cuidados/

Nenhum comentário: