sábado, 18 de março de 2017

BELDROEGA, Uma Plantinha Ornamental, Medicinal e Culinária

FLOR DO DIA - BELDROEGA, uma plantinha ornamental, medicinal e culinária.
Por nascer de forma espontânea e em qualquer lugar, muitos consideram a beldroega como mato qualquer ou uma erva daninha, mas não é. Essa plantinha tem o seu valor!

As espécies domesticadas ou melhoradas da beldroega, tornaram-se mais vistosas, e são usadas como planta ornamental.   É uma planta rasteira, de folhas suculentas e flores coloridas; rosa, amarelo, vermelho e branco. São cultivadas em canteiros, floreiras, vasos e jardins de qualquer tamanho. A planta se espalha facilmente, floresce o ano todo e não exige cuidados além de Sol e água.
Por nascer de forma espontânea e em qualquer lugar, muitos consideram a beldroega como erva daninha. Mas essa plantinha tem o seu valor.
As espécies domesticadas ou melhoradas da beldroega tornaram-se mais vistosas, e são usadas como planta ornamental.
É uma planta rasteira, de folhas suculentas e flores coloridas; rosa, amarelo, vermelho e branco.
São cultivadas em canteiros, floreiras, vasos e jardins de qualquer tamanho. A planta se espalha facilmente, floresce o ano todo e não exige cuidados além de Sol e água.

Beldroega (Portulaca oleracea) também conhecida como beldroega-comum, beldroega-graúda, beldroega-de-flor, baldroega, salada-de-negro, e erroneamente chamada de onze-horas.

As espécies domesticadas ou melhoradas da beldroega, tornaram-se mais vistosas, e são usadas como planta ornamental.   É uma planta rasteira, de folhas suculentas e flores coloridas; rosa, amarelo, vermelho e branco. São cultivadas em canteiros, floreiras, vasos e jardins de qualquer tamanho. A planta se espalha facilmente, floresce o ano todo e não exige cuidados além de Sol e água.
BELDROEGA, uma plantinha ornamental, medicinal e culinária.

Beldroega na alimentação humana

Desde a antiguidade a beldroega (Portulaca oleracea) tem sido usada na alimentação humana em saladas ou cozida e toda a planta é comestível, até as sementes.
As folhas têm um sabor ligeiramente ácido e salgado e é consumido em grande parte da Europa, Oriente Médio, Ásia e México.
 As folhas grossas e suculentas podem ser preparadas em conservas.

É cultivada, comercializada e consumida em diversos países. Nasce de forma espontânea na Índia, América do Sul e do Norte.

Desde a antiguidade a beldroega (Portulaca oleracea) tem sido usada na alimentação humana em saladas ou cozida e toda a planta é comestível, até as sementes. As folhas têm um sabor ligeiramente ácido e salgado e é consumido em grande parte da Europa, Oriente Médio, Ásia e México.   As folhas grossas e suculentas podem ser preparadas em conservas.
As folhas têm um sabor ligeiramente ácido e salgado e é consumido em grande parte da Europa, Oriente Médio, Ásia e México. 

A beldroega é utilizada também como planta medicinal. 

É indicado, popularmente, contra problemas no fígado, bexiga e rins, combate o escorbuto.  É diurético e aumenta a produção de leite materno, a planta é usada para afecções dos olhos. As sementes, contra parasitas intestinais. É anti-antioxidante por ser uma fonte de vitamina C, anti-inflamatória, antifúngica e analgésica. As folhas suculentas da beldroega têm mais ácidos graxos ômega-3 do que em alguns dos óleos de peixe.
Alguns estudos científicos já comprovaram a eficiência medicinal da beldroega para algumas dessas indicações populares.

Obs.: É provável que o uso culinário e medicinal da beldroega seja feito com a planta na sua forma silvestre, aquelas que nascem espontaneamente, e produzem flores miúdas não-atraentes, e não com a planta ornamental, aquela que é mais vistosa. É bom se informar melhor antes de consumi-la!

Vivendo e aprendendo! Alguém aí já provou ou fez uso medicinal dessa plantina? Já tive em casa, mas não sabia de seu potencial, agora fiquei curiosa.
Conte-nos a sua experiência com a belgroega.

A beldroega é utilizada também como planta medicinal.  Indicado, popularmente, contra problemas no fígado, bexiga e rins, além de combater o escorbuto. Quando cozido é diurético e aumenta a secreção de leite materno, o suco da planta é usada para afecções dos olhos e as sementes, contra parasitas intestinais. É anti-antioxidante por ser uma fonte de vitamina C, anti-inflamatória, antifúngica e analgésica. As folhas suculentas da beldroega têm mais ácidos graxos ômega-3 do que em alguns dos óleos de peixe.
Por nascer de forma espontânea e em qualquer lugar, muitos consideram a beldroega como erva daninha. Mas essa plantinha tem o seu valor.
Veja também: 


É cultivada no Oriente Médio e em parte da França. Na Índia ela é silvestre(nasce de forma espontânea). É cultivada comercialmente para o consumo no Egito e Sudão. Tornou-se uma planta daninha em parte da América do Sul e do Norte, de onde é nativa.
A Beldroega (Portulaca oleracea) também é conhecida como beldroega-comum, beldroega-graúda, beldroega-de-flor, baldroega, salada-de-negro, e erroneamente chamada de onze-horas.

As espécies domesticadas ou melhoradas da beldroega, tornaram-se mais vistosas, e são usadas como planta ornamental.   É uma planta rasteira, de folhas suculentas e flores coloridas; rosa, amarelo, vermelho e branco. São cultivadas em canteiros, floreiras, vasos e jardins de qualquer tamanho. A planta se espalha facilmente, floresce o ano todo e não exige cuidados além de Sol e água.
BELDROEGA, uma plantinha ornamental, medicinal e culinária.




 (Fontes da pesquisa: wikipedia, hortaeflores.blogspot.com, hortas.info. Fonte das imagens: ferramenta de pesquisa google)

Um comentário:

David disse...

Obrigado, excelente texto! Ajudou a retirar uma grande dúvida minha!