sábado, 7 de janeiro de 2017

Tatu fada rosa (Pink Fairy Armadillo)

RARÍSSIMO - TATU FADA ROSA

Ele habita as pastagens secas e planícies arenosas da Argentina, com arbustos espinhosos e cactos.  É um dos mamíferos mais raros do mundo, sendo encontrado no subterrâneo das planícies da Argentina.

RARÍSSIMO - TATU FADA ROSA


Tatu fada rosa 
É a menor espécie de tatu, já encontrada (13cm de comprimento) e um dos mamíferos mais raros do mundo.

RARÍSSIMO - TATU FADA ROSA

É a menor espécie de tatu, já encontrada (13cm de comprimento) e um dos mamíferos mais raros do mundo.
Ele habita as pastagens secas e planícies arenosas da Argentina, com arbustos espinhosos e cactos.
É um dos mamíferos mais raros do mundo, sendo encontrado no subterrâneo das planícies da Argentina.






Sua carapaça é rosada porque conseguimos ver as veias sanguíneas através dela. Além disso, diferentemente dos outros tatus, a sua carapaça é macia e flexível - ela não serve como proteção, seu papel é de termorregulação.
Possui carapaça flexível, que não serve de proteção 


Sua carapaça é rosada porque conseguimos ver as veias sanguíneas através dela. Além disso, diferentemente dos outros tatus, a sua carapaça é macia e flexível - ela não serve como proteção, seu papel é de termorregulação.




São animais de hábitos noturnos que se alimentam de formigas, larvas de insetos, minhocas, raízes e outras plantas. São lentos, exceto quando cavam ao se sentirem ameaçados.
Tatu-fada-rosa - cava rapidamente para escapar de ameaças
São animais de hábitos noturnos que se alimentam de formigas, larvas de insetos, minhocas, raízes e outras plantas. São lentos, exceto quando cavam ao se sentirem ameaçados.

Essa espécie não se dá bem em cativeiro, nenhum animal viveu mais de quatro anos nessas condições.
Tatu-fada-rosa - a espécie não se adapta bem ao cativeiro
O Pink Fairy Armadillo (em inglês) é a única espécie de tatu do gênero Chlamyphorus.
Essa espécie não se dá bem em cativeiro, nenhum animal viveu mais de quatro anos nessas condições.







Devido a dificuldade de encontrá-lo, estado de conservação desse animal. 
Devido a dificuldade de encontrá-lo, pouco se sabe sobre o estado de conservação desse animal.
Pouco se sabe sobre o o tatu-fada-rosa

(Fonte:http://www.vevet.com.br/2014/02/fadinha-cor-de-rosa.html)

ORQUÍDEA - UMA DAS MAIS BELAS FLORES

As orquídeas têm fascinado os homens por mais de dois mil e quinhentos anos. Foram utilizadas no passado em poções curativas, afrodisíacos, para decoração e ocuparam grande papel nas superstições.

As orquídeas têm fascinado os homens por mais de dois mil e quinhentos anos. Foram utilizadas no passado em poções curativas, afrodisíacos, para decoração e ocuparam grande papel nas superstições.
ORQUÍDEA - UMA DAS MAIS BELAS FLORES
Orquídeas são  uma das maiores famílias de plantas existentes. Apresentam muitíssimas e variadas formas, cores e tamanhos e existem em todos os continentes, exceto na Antártida, predominando nas áreas tropicais.

Orquídeas são  uma das maiores famílias de plantas existentes. Apresentam muitíssimas e variadas formas, cores e tamanhos e existem em todos os continentes, exceto na Antártida, predominando nas áreas tropicais.
ORQUÍDEA - UMA DAS MAIS BELAS FLORES

O número de espécies de orquídeas é próximo a vinte cinco mil, correspondendo a cerca de 8% de todas as plantas com sementes. A quantidade de espécies aceitas é quatro vezes maior que a soma do número de mamíferos e o dobro das espécies de aves. Esses imponentes números desconsideram a enorme quantidade de híbridos e variedades produzidos por orquidicultores todos os anos. Além disso, anualmente centenas de espécies novas são descritas.







O número de espécies de orquídeas é próximo a vinte cinco mil, correspondendo a cerca de 8% de todas as plantas com sementes. A quantidade de espécies aceitas é quatro vezes maior que a soma do número de mamíferos e o dobro das espécies de aves. Esses imponentes números desconsideram a enorme quantidade de híbridos e variedades produzidos por orquidicultores todos os anos. Além disso, anualmente centenas de espécies novas são descritas.
ORQUÍDEA - UMA DAS MAIS BELAS FLORES
Maioritariamente epífitas, as orquídeas crescem sobre as árvores, usando-as somente como apoio para buscar luz; não são plantas parasitas, nutrindo-se apenas de material em decomposição que cai das árvores e acumula-se ao emaranhar-se em suas raízes. Elas encontram muitas formas de reprodução: na natureza, principalmente pela dispersão das sementes, mas pode ser também em cultivo pela divisão de touceiras, semeadura in-vitro ou meristemagem.











Embora sua distribuição seja bastante irregular, as orquídeas são encontradas praticamente em todas as regiões do planeta, com exceção da Antártida.
A predominância das espécies ocorre nas regiões tropicais, notavelmente nas áreas montanhosas, que representam barreiras naturais e isolam as diversas populações de plantas.  A Colômbia é o país onde existe o maior número de espécies registradas, chegando ao número de 4 010, imediatamente seguido pelo Equador, com 3 549, Nova Guiné, com 2 717, e Brasil, que totaliza 2 590.  Entre outros, Borneu, Sumatra, Madagascar, Venezuela e Costa Rica, são países com elevado número de espécies.
ORQUÍDEA - UMA DAS MAIS BELAS FLORES
A predominância das espécies ocorre nas regiões tropicais, notavelmente nas áreas montanhosas, que representam barreiras naturais e isolam as diversas populações de plantas.
A Colômbia é o país onde existe o maior número de espécies registradas, chegando ao número de 4 010, imediatamente seguido pelo Equador, com 3 549, Nova Guiné, com 2 717, e Brasil, que totaliza 2 590.  Entre outros, Borneu, Sumatra, Madagascar, Venezuela e Costa Rica, são países com elevado número de espécies.




A produção de híbridos artificiais de orquídeas vem ocorrendo há mais de um século. Estima-se que sejam hoje mais de cem mil híbridos. A Royal Horticultural Society é responsável pelo registro oficial de híbridos, no entanto, a produção doméstica e por pequenos produtores locais é bastante grande e só pequena parte destes híbridos caseiros é registrada, de modo que o número total de híbridos já produzidos pelo homem permanecerá sempre apenas uma suposição.
ORQUÍDEA - UMA DAS MAIS BELAS FLORES
A produção de híbridos artificiais de orquídeas vem ocorrendo há mais de um século. Estima-se que sejam hoje mais de cem mil híbridos. A Royal Horticultural Society é responsável pelo registro oficial de híbridos, no entanto, a produção doméstica e por pequenos produtores locais é bastante grande e só pequena parte destes híbridos caseiros é registrada, de modo que o número total de híbridos já produzidos pelo homem permanecerá sempre apenas uma suposição.
Algumas espécies são consideradas ameaçadas de extinção na natureza, tanto pelas coletas indiscriminadas como pelo corte das florestas para agricultura e mesmo pela utilização de agentes desfoliantes em guerras ocorridas no passado.[Surpreendentemente, a maioria das espécies consideradas ameaçadas de extinção estão entre as mais comuns em cultivo e das quais há maior produção comercial.
Algumas espécies são consideradas ameaçadas de extinção na natureza, tanto pelas coletas indiscriminadas como pelo corte das florestas para agricultura e mesmo pela utilização de agentes desfoliantes em guerras ocorridas no passado.[Surpreendentemente, a maioria das espécies consideradas ameaçadas de extinção estão entre as mais comuns em cultivo e das quais há maior produção comercial.
Orquídeas são  uma das maiores famílias de plantas existentes. Apresentam muitíssimas e variadas formas, cores e tamanhos e existem em todos os continentes, exceto na Antártida, predominando nas áreas tropicais.
Orquídea - Uma das mais belas flores

Orquídeas são  uma das maiores famílias de plantas existentes. Apresentam muitíssimas e variadas formas, cores e tamanhos e existem em todos os continentes, exceto na Antártida, predominando nas áreas tropicais.
Orquídea - Uma das mais belas flores


Orquídeas são  uma das maiores famílias de plantas existentes. Apresentam muitíssimas e variadas formas, cores e tamanhos e existem em todos os continentes, exceto na Antártida, predominando nas áreas tropicais.
É interessante ressaltar ainda o fato de que um único fruto de orquídea carrega centenas de milhares de sementes e que a existência de dois ou três indivíduos em cultivo pode produzir no espaço de poucos anos elevadíssima quantidade de plantas, tornando a ameaça de extinção desta planta muito diferente da ameaça de extinção de uma animal, que produz apenas poucos filhos por gestação.


Orquídeas são  uma das maiores famílias de plantas existentes. Apresentam muitíssimas e variadas formas, cores e tamanhos e existem em todos os continentes, exceto na Antártida, predominando nas áreas tropicais.
O nome orquídea vem do grego όρχις (órkhis) que significa testículo e ειδος (eidos) que significa: aspecto, forma; em referência ao formato dos dois pequenos tubérculos que as espécies do gênero Orchis apresentam. Como este gênero foi o primeiro gênero de orquídeas a ser formalmente descrito, dele derivou o nome de toda a família
Orquídeas são  uma das maiores famílias de plantas existentes. Apresentam muitíssimas e variadas formas, cores e tamanhos e existem em todos os continentes, exceto na Antártida, predominando nas áreas tropicais.
Orquídea - Uma das mais belas flores
Orquídeas são  uma das maiores famílias de plantas existentes. Apresentam muitíssimas e variadas formas, cores e tamanhos e existem em todos os continentes, exceto na Antártida, predominando nas áreas tropicais.
Orquídea - Uma das mais belas flores



Orquídeas são  uma das maiores famílias de plantas existentes. Apresentam muitíssimas e variadas formas, cores e tamanhos e existem em todos os continentes, exceto na Antártida, predominando nas áreas tropicais.
ORQUÍDEA - UMA DAS MAIS BELAS FLORES


Orquídeas são  uma das maiores famílias de plantas existentes. Apresentam muitíssimas e variadas formas, cores e tamanhos e existem em todos os continentes, exceto na Antártida, predominando nas áreas tropicais.
Orquídea - Uma das mais belas flores
Orquídeas são  uma das maiores famílias de plantas existentes. Apresentam muitíssimas e variadas formas, cores e tamanhos e existem em todos os continentes, exceto na Antártida, predominando nas áreas tropicais.
Orquídea - Uma das mais belas flores


Orquídeas são  uma das maiores famílias de plantas existentes. Apresentam muitíssimas e variadas formas, cores e tamanhos e existem em todos os continentes, exceto na Antártida, predominando nas áreas tropicais.
Orquídea - Uma das mais belas flores
Orquídeas são  uma das maiores famílias de plantas existentes. Apresentam muitíssimas e variadas formas, cores e tamanhos e existem em todos os continentes, exceto na Antártida, predominando nas áreas tropicais.
Orquídea - Uma das mais belas flores

Orquídeas são  uma das maiores famílias de plantas existentes. Apresentam muitíssimas e variadas formas, cores e tamanhos e existem em todos os continentes, exceto na Antártida, predominando nas áreas tropicais.
Orquídea - Uma das mais belas flores


Orquídeas são  uma das maiores famílias de plantas existentes. Apresentam muitíssimas e variadas formas, cores e tamanhos e existem em todos os continentes, exceto na Antártida, predominando nas áreas tropicais.
Orquídea - Uma das mais belas flores
Orquídeas são  uma das maiores famílias de plantas existentes. Apresentam muitíssimas e variadas formas, cores e tamanhos e existem em todos os continentes, exceto na Antártida, predominando nas áreas tropicais.
Orquídea - Uma das mais belas flores

Orquídeas são  uma das maiores famílias de plantas existentes. Apresentam muitíssimas e variadas formas, cores e tamanhos e existem em todos os continentes, exceto na Antártida, predominando nas áreas tropicais.
As espécies de orquídeas são um desafio para os teóricos em Biologia, no que diz respeito ao próprio conceito de espécie, aquela formada por indivíduos capazes de reproduzirem-se produzindo descendentes férteis. A maioria das espécies de orquídeas é capaz de cruzar com as espécies próximas e produzir híbridos férteis. Estes híbridos ainda podem ser cruzados com outras espécies, e produzir novas gerações de híbridos férteis.


(Fonte da pesquisa:wikipedia)

REFRESCANDO A BICHARADA - Dicas veterinárias para driblar o calor

Tá quente, né, pessoal ?!!
Pois é, os animais sofrem com esse calor tanto quanto a gente! 

Ao contrário dos humanos, os cães não trocam calor pela pele, mas sim por meio da respiração e do coxim, aquela almofadinha sob a pata. Mas, as altas temperaturas podem até levar o animal à morte.
Dicas veterinárias para driblar o calor
Ao contrário dos humanos, os cães não trocam calor pela pele, mas sim por meio da respiração e do coxim, aquela almofadinha sob a pata. Mas, as altas temperaturas podem até levar o animal à morte.

Para driblar essa sensação, os especialistas apresentam algumas sugestões para proteger os animais do calor.



Hidratação
Espalhe bebedouros pela casa – ofereça água à vontade, mantendo as vasilhas na sombra. Monitore com freqüência se a água não está acabando e reponha.  Você pode até colocar algumas pedrinhas de gelo para manter o líquido mais refrescante por mais tempo.
Hidratação do pet - Muita água nessa hora!
Muita água nessa hora!
Espalhe bebedouros pela casa – ofereça água à vontade, mantendo as vasilhas na sombra. Monitore com freqüência se a água não está acabando e reponha.
Você pode até colocar algumas pedrinhas de gelo para manter o líquido mais refrescante por mais tempo.







Banho
Nada como um bom banho para aliviar o calor!
Aumente a freqüência dos banhos – O animal pode e deve tomar mais banhos do que o habitual nesses dias mais quentes.  Quem tem condições, pode colocar uma piscininha ou bacia no quintal para os cachorros aliviarem o calor.
REFRESCANDO A BICHARADA - Banho do pet
Aumente a freqüência dos banhos – O animal pode e deve tomar mais banhos do que o habitual nesses dias mais quentes.
Quem tem condições, pode colocar uma piscininha ou bacia no quintal para os cachorros aliviarem o calor.










Tosa
A tosa higiênica (retirada de pelos do ânus, órgãos genitais e ouvidos) é fundamental, sobretudo nessa época.
A retirada de pelos do abdômen é uma dica para melhorar o conforto térmico.
Mas, no caso dos cães mais peludos, que são, geralmente, das regiões mais frias há de se ter uma atenção extra.
Embora eles se adaptem bem a outros climas, as temperaturas extremas, como as do nosso Verão, são críticas para eles. Então, assim como os cães menos peludos podem precisar de uma roupinha no frio, os peludos pode ser necessário diminuir o volume de pelos para aliviar o calor.

Dica refrescante:
Picolézinho feito em casa: caldos de carne ou legume com pouquíssimo temperos, congelados em formas de gelo é um mimo refrescante e agradável.
REFRESCANDO A BICHARADA - Picolé animal
Picolézinho feito em casa: caldos de carne ou legume com pouquíssimo temperos, congelados em formas de gelo é um mimo refrescante e agradável.












Cuidados extras
Nunca deixe o cão dentro do carro – em um dia típico de verão, a temperatura no interior do automóvel salta de 35,5 para 46 graus em apenas 10 minutos, extremo que pode ser fatal para o cachorro. Deixar o vidro aberto não resolve o problema do superaquecimento.

Atenção! 
em um dia típico de verão, a temperatura no interior do automóvel salta de 35,5 para 46 graus em apenas 10 minutos, extremo que pode ser fatal para o cachorro. Deixar o vidro aberto não resolve o problema do superaquecimento.
REFRESCANDO A BICHARADA - Dicas veterinárias
Veterinários alertam para o aumento do risco quando se trata de cão idoso, filhote, obeso ou de focinho curto, a exemplo de raças como boxer, buldogue, pug e lhasa apso. Eles têm mais dificuldade em manter o equilíbrio térmico.

 as caminhadas e os exercícios físicos com os cães devem ser evitados entre 10 e 16 horas. Se for necessário passear nesses horários, mude o trajeto, prefira locais com grama ao invés de asfalto. O piso quente, além de queimar as patas, prejudica a troca de calor .
REFRESCANDO A BICHARADA - Dicas veterinárias








Evite passeios em horários de sol forte - as caminhadas e os exercícios físicos com os cães devem ser evitados entre 10 e 16 horas. Se for necessário passear nesses horários, mude o trajeto, prefira locais com grama ao invés de asfalto.
O piso quente, além de queimar as patas, prejudica a troca de calor .











Alerta Veterinário ! 
Raças como pit bull, bull terrier e boxer têm predisposição a câncer de pele. A recomendação é para que os animais NÃO sejam expostos ao sol forte e se forem, é preciso espalhar protetor em áreas como focinho, abdômen, orelhas (cuidado para não jogar o produto dentro do ouvido) e contorno dos olhos.
Recomenda-se o uso de filtros solares próprios para animais, com fator de proteção de no mínimo 15 para os cachorros de pelagem branca.
Ao contrário dos humanos, os cães não trocam calor pela pele, mas sim por meio da respiração e do coxim, aquela almofadinha sob a pata. Mas, as altas temperaturas podem até levar o animal à morte.  Para driblar essa sensação, os especialistas apresentam algumas sugestões para proteger os animais do calor.
REFRESCANDO A BICHARADA