terça-feira, 22 de novembro de 2016

COMO DIFERENCIAR COBRAS VENENOSAS DAS NÃO-VENENOSAS

APRENDENDO A IDENTIFICAR AS COBRAS PEÇONHENTAS E AS NÃO-PEÇONHENTAS

Peçonhentas ou não, cobras são sempre seres horripilantes! Ainda assim, elas têm a sua função na natureza e têm seus fãs também. E, como estamos cada vez  mais convivendo com animais de áreas que já foram mais isoladas, faz-se, portanto, muitíssimo importante conhecer melhor essa fauna.

cobras
Cobras

Embora horripilante, dos animais peçonhentos, a cobra é a menos perigosa para o homem. Piores do que ela, estão a Tarântula e a Aranha Marrom.

A maioria das espécies de cobras são de hábitos noturnos e possuem movimentos lentos. Sendo assim, a maior chance de ser picado por uma cobra venenosa é quando pisamos nela. Esta é a razão porque a maioria dos acidentes com picadas acontecem na perna, até a altura do joelho. Dessa forma, o equipamento de proteção individual mais indicado para atividades em matas ou florestas é uma bota de cano alto.


O reconhecimento de serpentes peçonhentas é de suma importância, pois no caso de uma picada há a necessidade de se informar as características desta para que o tratamento seja aplicado com eficácia.

A eficiência da terapêutica é muito maior com um soro específico do que com soros multivalentes. Assim, se o acidente for com cascavel é muito melhor injetar no paciente soro especificamente anticrotálico, do que um soro polivalente.


INFORMAÇÕES BÁSICAS:
 VENENOSA
 NÃO VENENOSA
 CABEÇA
 TRIANGULAR
 ARREDONDADA
 OLHOS
 PEQUENOS
 GRANDES
 FOSSETA (orifício entre os olhos e a narina)
 TEM
 NÃO TEM
DESENHO DAS ESCAMAS
 IRREGULARES
 SIMÉTRICOS
 CAUDA
 AFINA RAPIDAMENTE
 AFINA GRADATIVAMENTE
 DENTES
 2 PRESAS
 PEQUENOS E IGUAIS
 PICADA
 2 MARCAS MAIS PROFUNDAS
 ORIFÍCIOS PEQUENOS E IGUAIS

INFORMAÇÕES DETALHADAS
Cobras Venenosas
- Cabeça chata, triangular, bem destacada.
- Olhos pequenos, com pupila em fenda vertical e fosseta loreal entre os olhos e as narinas (quadradinho preto).
- Escamas do corpo alongadas, pontudas, imbricadas, com carena mediana, dando ao tato uma impressão de aspereza.
- Cabeça com escamas pequenas semelhantes às do corpo.
- Cauda curta, afinada bruscamente.
- Quando perseguida, toma atitude de ataque, enrodilhando-se.
Cobras Não Venenosas
- Cabeça estreita, alongada, mal destacada.
- Olhos grandes, com pupila circular, fosseta lacrimal ausente.
- Escamas achatadas, sem carena, dando ao tato uma impressão de liso, escorregadio.
- Cabeça com placas em vez de escamas.
- Cauda longa, afinada gradualmente.
- Quando perseguida, foge.
Saiba identificar as cobras venenosas e não-venenosas
Características das cobras venenosas e não-venenosas


No entanto, segundo o Instituto Vital Brasil, as características comumente mencionadas como úteis na identificação desses animais(cabeça triangular, cauda afinando rapidamente, formato da pupila e tamanho das escamas no alto da cabeça) não são totalmente decisivas para esse diagnóstico . A característica que deve ser observada é a presença da fosseta loreal (orifício entre o olho e a narina) existente em todas as serpentes peçonhentas das Américas, com exceção das corais verdadeiras.

Ainda assim, é recomendada à população comum que não se aproxime de qualquer tipo de cobra, pois a avaliação leiga poderá estar fatalmente equivocada.  

(Fonte: http://www.trilhasrj.com.br)



saiba diferenciar as cobras venenosas e não-venenosas

Um comentário:

Andre Freitas disse...

Otimo texto, e falando em cobras venenos vc sabia que uma atividade que vem crescendo e se mostra muito rentável é a criação de cobras para a extração de seu veneno como se pode ver neste link https://sites.google.com/view/como-criar-cobras.
Até mais e parabéns pelo blog