segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

MORCEGOS - MITOS, LENDAS E CRENÇAS

MORCEGOS -  MITOS, LENDAS E CRENÇAS

Morcego aterrorizante https://mundoanimalevidaselvagem.blogspot.com.br
Morcego aterrorizante 

Na cultura popular, os morcegos estão intimamente relacionados à criaturas malignas, é associado à noite e à natureza proibida, representando fantasmas, morte, doença, trevas .

Os morcegos são os únicos mamíferos capazes de voar, com sua aparência nada amistosa e seus hábitos noturnos, abrigando-se em cavernas sombrias e, portanto, raramente sendo vistos, eles surgem nas sombras e somem na escuridão, causando medo em muitos.
Morcego - costuma ser associado ao mal

É o medo aliado à desinformação, nutrindo o imaginário popular com historias e crenças que pouco, ou em nada, representam os morcegos. 


Os morcegos são os únicos mamíferos capazes de voar, com sua aparência nada amistosa e seus hábitos noturnos, abrigando-se em cavernas sombrias e, portanto, raramente sendo vistos, eles surgem nas sombras e somem na escuridão, causando medo em muitos.

Já acreditou-se, por exemplo, que morcegos seriam ratos que, quando bem velhos, ganhavam asas, transformando-se nesse ser alado, que deixava os esgotos para habitar outros cantos escuros para atacar as pessoas.  No entanto, todos os morcegos são gerados da mesma forma que todos mamíferos o são; no ventre de suas mães. Portanto, todos nascem, crescem e morrem sendo morcegos.
Ratos velhos não se transformam em morcegos
Considerando seus hábitos e sua aparência, somados ao fato de haver grandes morcegos, com uma envergadura que pode chegar a dois metros, mais a existência de alguns que se alimentarem de sangue, juntamente com um bocado de imaginação, fica fácil acreditar em tudo que de pior dizem dos morcegos.

Já acreditou-se, por exemplo, que morcegos seriam ratos que, quando bem velhos, ganhavam asas, transformando-se nesse ser alado, que deixava os esgotos para habitar outros cantos escuros para atacar as pessoas.

No entanto, todos os morcegos são gerados da mesma forma que todos mamíferos o são; no ventre de suas mães. Portanto, todos nascem, crescem e morrem sendo morcegos.
A gestação dura de dois a sete meses, dependendo da espécie, e, geralmente, nasce apenas um filhote por gestação. Eles se alimentam inicialmente com leite materno e, gradativamente, passam a ingerir o mesmo alimento dos adultos.
Provavelmente, não há mais quem associe morcegos a ratos velhos, mas sua fama de criatura sanguinária persiste.


O morcego vampiro

De rato velho a vampiro - segue a má fama do morcego...
Ao contrário do que muitos pensam, morcegos vampiros não possuem anestésico na saliva. Porém, eles têm um forte anticoagulante na saliva, que retarda a cicatrização da ferida, permitindo que se alimentem por mais tempo e sem serem percebidos pelas vítimas.  Eles são equipados ainda de; dentes muito pequenos e afiados, corpo leve, com cerca de 30 gramas e sentido de termopercepção, que os auxilia a descobrir os vasos sanguíneos mais superficiais. Com  isso é possível aplicar uma mordida mais rasa e menos dolorida, dificultando que uma vítima adormecida acorde durante a mordida. Assim eles podem se alimentar por mais tempo sem serem percebidos.
Morcegos vampiros não possuem saliva anestésica
A fama de vampiro que gira em torno dos morcegos, existe bem menos pelas crenças populares e bem mais por conta do cinema que, inspirando-se em apenas uma das tantas espécies de morcegos,  conseguiu transformá-los em criaturas ávidas por sangue humano.
Acredita-se até que os morcegos vampiros possuem uma saliva anestésica, que seria aplicada no local a ser mordido para que a vítima não perceba que está sendo atacada.

No entanto, cerca de 70% dos morcegos se alimentam de insetos, sendo praticamente todo o restante dos que se alimentam de frutas e néctar . Somente três espécies se alimentam exclusivamente de sangue: são os chamados morcegos hematófagos ou vampiros. Mas eles geralmente não atacam humanos e alimentam do sangue de animais (aves e mamíferos).

No entanto, cerca de 70% dos morcegos se alimentam de insetos, sendo praticamente todo o restante dos que se alimentam de frutas e néctar . Somente três espécies se alimentam exclusivamente de sangue: são os chamados morcegos hematófagos ou vampiros. Mas eles geralmente não atacam humanos e alimentam do sangue de animais (aves e mamíferos).
Morcego vampiro bebendo sangue de animal
Ao contrário do que muitos pensam, morcegos vampiros não possuem anestésico na saliva. Porém, eles têm um forte anticoagulante na saliva, que retarda a cicatrização da ferida, permitindo que se alimentem por mais tempo e sem serem percebidos pelas vítimas.

Eles são equipados ainda de; dentes muito pequenos e afiados, corpo leve, com cerca de 30 gramas e sentido de termopercepção, que os auxilia a descobrir os vasos sanguíneos mais superficiais. Com  isso é possível aplicar uma mordida mais rasa e menos dolorida, dificultando que uma vítima adormecida acorde durante a mordida. Assim eles podem se alimentar por mais tempo sem serem percebidos.                                                                                                      

Contudo, vale ressaltar que, embora não se deva ter um medo desmedido de morcegos, deve-se evitar o contato com eles.

 OUTRAS CRENÇAS PELO MUNDO
Na cultura popular, os morcegos estão intimamente relacionados à criaturas malignas, que se diz serem capazes de se transformar em morcegos.
- No Tonga e na África Ocidental o morcego é considerado a manifestação física de uma alma separada.
- Entre alguns nativos americanos, como os Creeks, Cherokees e Apaches, o morcego é um espírito embusteiro, zombeteiro, enganador.

 A tradição chinesa afirma que o morcego é um símbolo de longevidade e felicidade, bem como na Polônia, na região da Macedônia e entre os Árabes e Kwakiutls. - Em alguns países asiáticos, morcegos são muito apreciados na culinária tradicional, contudo seu consumo vem sendo proibido devido à ameaça que representa para populações naturais já reduzidas por outros
Morcego empanado - Carne de morcego é muito apreciada na Ásia.
Enquanto na cultura ocidental o morcego é, frequentemente, associado à noite e à sua natureza proibida, e sendo símbolo de fantasmas, morte e doença, na cultura oriental, no entanto, ele é bem mais apreciado
- A tradição chinesa afirma que o morcego é um símbolo de longevidade e felicidade, bem como na Polônia, na região da Macedônia e entre os Árabes e Kwakiutls.
- Em alguns países asiáticos, morcegos são muito apreciados na culinária tradicional, contudo seu consumo vem sendo proibido devido à ameaça que representa para populações naturais já reduzidas por outros fatores.
Nectarívoros / Polinívoros: são morcegos que, assim como os beija-flores (aves), alimentam-se de néctar e do pólen produzidos por muitas flores. São chamados morcegos beija-flores.
Nectarívoros / Polinívoros - Alimenta-se de néctar e pólen como fazem os beija-flores

VEJA TAMBÉM:
Morcegos - Interações Ambientais, Alimentares e Humanas
RAPOSA VOADORA OU MORCEGO GIGANTE - Os maiores do mundo

(Informações técnicas pesquisadas em:
http://www.aquariodesp.com.br/novo/morcego, Wikipédia, Prefeitura do Rio, e outros)

2 comentários:

Cloves Ramires jr disse...

Pagina fascinante, trabalho com os Quirópteros e essas informações estão presentes no dia a dia de quem trabalha com essas criaturas fascinantes

Sil Marx disse...

Cloves Ramires jr,
Fascinante é ter a participação de quem conhece tão bem essas criaturas capazes de despertar reações das mais adversas nas pessoas.
Muito grata pela presença e, havendo interesse em compartilhar algo de suas vivências, seria muito bom tê-las aqui.
gomessm3@mail.com .
tenha uma boa semana.