terça-feira, 30 de maio de 2017

CACTOS, SUCULENTAS E AGAVES - PLANTAS QUE MORAM JUNTAS
Essas plantas tão diferentes compartilham bem mais entre si do que imaginamos.
Mas, para cultivar, é bom saber identificar cada uma delas. Bora ver o que as torna semelhantes e o que as diferencia?
Então, vamos lá!


Frequentemente, encontramos cactos e suculentas compartilhando do mesmo vaso. Essa união  sempre me pareceu um tanto incompatível. Ledo engano. Cactos, suculentas e agaves podem morar juntas, sim!  Ao contrário do que pode parecer, as suculentas são plantas de áreas secas, quase desérticas e, como tal, armazenam água em seu interior, exatamente como os cactos e as agaves.
Cactos, suculentas e agaves - diferentes tipos de plantas suculentas
Frequentemente, encontramos cactos e suculentas compartilhando do mesmo vaso. Essa união 
sempre me pareceu um tanto incompatível. Ledo engano. Cactos, suculentas e agaves podem morar juntas, sim! 
Ao contrário do que pode parecer, as suculentas são plantas de áreas secas, quase desérticas e, como tal, armazenam água em seu interior, exatamente como os cactos e as agaves.


Cactos, suculentas e agaves compartilham do enorme gosto por Sol, calor, aridez e secura. E todas são plantas suculentas.

Todo cacto é uma planta suculenta, mas nem todas suculentas são cactos, elas são apenas aparentadas deles. Enquanto os cactos são originários das Américas, as suculentas se originam da África e de Madagascar. Elas costumam ter folhas, e eles são formados, quase sempre, apenas por caules espinhentos, podendo ter alguma ramificação ou não. 
As agaves também são plantas sulentas. 
Pode não parecer, mas essas plantas rústicas, resistentes e de folhas super pontiagudas, são suculentas, porém, de um tipo fibroso, com aparência bem diferente das nossas conhecidas suculentas. Assim como os cactos, e diferentes das suculentas macias, as agaves são originárias das Américas. 
As agaves são utilizadas para fins ornamentais, para a produção de sisal(fibra usada para a confecção de cordas, tapetes...) e da tequila(bebida típica do México).  

CACTOS

Os cactos(Cactaceae) são facilmente reconhecidos, embora sejam encontrados em diversas formas e tamanhos, como todos sabemos, eles são caracterizados por terem espinhos à sua volta, e quase nunca possuem folhas.  Suas flores são belas, porém, raras. É possível ver muitas imagens de cactos floridos, mas, na prática, eles levam anos e anos para florescer. Portanto, quem os cultiva, não o faz aguardando por sua floração, mas sim, por suas peculiaridades, pela praticidade do cultivo ou, principalmente, por amar cactos.
Cactos (Cactaceae) - planta suculenta
Os cactos(Cactaceae) são facilmente reconhecidos, embora sejam encontrados em diversas formas e tamanhos, como todos sabemos, eles são caracterizados por terem espinhos à sua volta, e quase nunca possuem folhas.  Suas flores são belas, porém, raras. É possível ver muitas imagens de cactos floridos, mas, na prática, eles levam anos e anos para florescer. Portanto, quem os cultiva, não o faz aguardando por sua floração, mas sim, por suas peculiaridades, pela praticidade do cultivo ou, principalmente, por amar cactos.
Alerta: É comum encontrarmos cactos à venda já com pequenas flores. Desconfie dessas florações, elas costumam ser falsas! 
Alguns lojistas simplesmente espetam flores de Sempre-vivas nos cactos, elas são tingidas de várias cores e usadas para atrair a atenção do cliente, que pensa ter encontrado uma planta já em estado avançado cultivo, quando, na verdade, está levando uma ainda jovem e distante da fase do florescimento. 
Notem que as flores de cactos possuem pétalas macias, delicadas e sedosas, bem diferentes das Sempre-vivas, que são pequenas e secas.

SUCULENTAS

Entre as suculentas mais conhecidas encontram-se o Saião (Kalanchoe brasiliensis) utilizado popularmente para fins medicinais contra problemas respiratórios. A Babosa (aloe vera) de uso dermatológico e alimentício. A Onze-horas (Portulaca Grandiflora) de uso ornamental. A Beldroega (Portulaca oleracea) de uso ornamental e alimentício. A Flor-de-maio (Schlumbergera truncata) de uso ornamental. Essas entre outras.
Plantas suculentas
As suculentas, no entanto, mesmo havendo muitas à nossa volta e sendo algumas delas bastante conhecidas por todos, nem sempre nos damos conta de estarmos diante de uma delas. Geralmente, essas são plantas de tamanho pequeno, rasteiras,  a maioria se espalha e floresce com facilidade. Possuem folhas gordinhas, macias e de interior gelatinoso ou aquoso. Simplificando, são plantas de folhas suculentas. 
Embora algumas suculentas possuam terminações semelhantes a espinhos em suas folhas, estes não se tratam de espinhos, mas sim de uma defesa bem menos eficiente que a dos cactos.  

Entre as suculentas mais conhecidas encontram-se o Saião (Kalanchoe brasiliensis) utilizado popularmente para fins medicinais contra problemas respiratórios. A Babosa (aloe vera) de uso dermatológico e alimentício. A Onze-horas (Portulaca Grandiflora) de uso ornamental. A Beldroega (Portulaca oleracea) de uso ornamental e alimentício. A Flor-de-maio (Schlumbergera truncata) de uso ornamental. Essas e outras. 


AGAVES

Se você é daquelas pessoas que deixa as plantas esturricando no Sol, esquecendo de regá-las, então  seu tipo de planta são as agaves.  Sua folhas são em forma de espadas, são fibrosas, longas e pontiagudas, podendo ter as laterais serrilhadas ou não. Seu crescimento é lento. Algumas dessas plantas florescem apenas uma vez na vida, e pode levar mais de 10 anos para isso acontecer.
Agaves - planta suculenta fibrosa
Se você é daquelas pessoas que deixa as plantas esturricando no Sol, esquecendo de regá-las, então  seu tipo de planta são as agaves. 
Sua folhas são em forma de espadas, são fibrosas, longas e pontiagudas, podendo ter as laterais serrilhadas ou não. Seu crescimento é lento.
Algumas dessas plantas florescem apenas uma vez na vida, e pode levar mais de 10 anos para isso acontecer.
Assim como seus parentes espinhosos, as agaves são plantas do deserto e não necessitam de muita rega. O excesso de umidade apodrece a planta. No Verão, podemos regá-la com mais frequência, mas, no Inverno, basta regá-la de dois em dois meses 
Das 183 espécies de agaves, uma bastante conhecida de nós é a espada-de-são-jorge, e as mais largamente cultivadas são:  Agave sisalana (para produção de sisal), Agave tequilana (para a produção de tequila) e Agave americana e Agave attenuata para fins ornamentais.


Cactos, suculentas e agaves são plantas pouco exigentes, necessitando, basicamente, de água e luz solar para viver.  Como recomendação geral, elas devem ser regadas apenas uma vez por semana, isso no Verão. Já no Inverno, a rega se reduz a uma vez a cada duas semanas, e sempre em quantidade suficiente para apenas umedecer a terra, sem encharcá-la.  O critério de regra deve ainda observar o quanto a planta permanece sob o Sol. De forma que, aquelas que raramente recebem luz solar, necessitam de uma menor quantidade d'água.  Só não se esqueça que a luz do Sol é essencial à essas plantas.


Cuidados com a rega de cactos, suculentas e agaves

Cactos, suculentas e agaves são plantas pouco exigentes, necessitando, basicamente, de água e luz solar para viver. 
Como recomendação geral, elas devem ser regadas apenas uma vez por semana, isso no Verão. Já no Inverno, a rega se reduz a uma vez a cada duas semanas, e sempre em quantidade suficiente para apenas umedecer a terra, sem encharcá-la. 
O critério de regra deve ainda observar o quanto a planta permanece sob o Sol. De forma que, aquelas que raramente recebem luz solar, necessitam de uma menor quantidade d'água. 
Só não se esqueça que a luz do Sol é essencial à essas plantas.

Essa quantidade de água pode parecer pouca, mas acreditem, é mais fácil matar essas plantas afogadas que matar de sede. Já vi vários cactos derreterem em minhas mãos, isso porque não resisti à tentação de regá-los com frequência maior que a necessária. 
É o clima de deserto que os favorece; Sol e solo arenoso, porque água tem de sobra em seu interior suculento. 
Assim como seus parentes espinhosos, as agaves são plantas do deserto e não necessitam de muita rega. O excesso de umidade apodrece a planta. No Verão, podemos regá-la com mais frequência, mas, no Inverno, basta regá-la de dois em dois meses  Das 183 espécies de agaves, uma bastante conhecida de nós é a espada-de-são-jorge, e as mais largamente cultivadas são:  Agave sisalana (para produção de sisal), Agave tequilana (para a produção de tequila) e Agave americana e Agave attenuata para fins ornamentais.
Agave - planta suculenta fibrosa


Espada-de-são-jorge (Sansevieria trifasciata) - planta suculenta fibrosa



Sempre-vivas - flores que, além de outros usos, costumam ser usadas por alguns lojistas para simular uma floração natural dos mini-cactos e assim atrair compradores.
Sempre-vivas - flores que, além de outros usos, costumam ser usadas por alguns lojistas para simular uma floração natural dos mini-cactos e assim atrair compradores. 

Babosa(Aloe vera) - planta suculenta, de uso dermatológico e alimentício.
Babosa(Aloe vera) - planta suculenta, de uso dermatológico e alimentício. 

Saião (Kalanchoe brasiliensis) - planta suculenta,  utilizado popularmente para fins medicinais contra problemas respiratórios.
Saião (Kalanchoe brasiliensis) - planta suculenta,  utilizado popularmente para fins medicinais contra problemas respiratórios.


Beldroega (Portulaca oleracea) - planta suculenta, de uso ornamental e alimentício.
Beldroega (Portulaca oleracea) - planta suculenta, de uso ornamental e alimentício. 

Flor-de-maio - planta suculenta, de uso ornamental.
Flor-de-maio - planta suculenta, de uso ornamental.


Onze-horas (Portulaca grandiflora) - planta suculenta, de uso ornamental.
Onze-horas (Portulaca grandiflora) - planta suculenta, de uso ornamental.


http://vidasuculenta.blogspot.com.br/,wikipedia, casa.abril.com.br/,

Nenhum comentário: